JFPB realiza palestra sobre combate ao Aedes Aegypti

22/02/2016 às 16:48

A Justiça Federal na Paraíba promoveu na tarde desta segunda-feira (22), no auditório do edifício sede, palestra educativa acerca da “Conscientização sobre as formas de combate ao mosquito Aedes Aegypti”. O evento foi ministrado por Fabrício de Souza, técnico da vigilância em saúde da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa.

“Aderimos à Campanha Nacional de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika e já estamos tomando todas as medidas possíveis para a prevenção. Emitimos alerta às Subseções para vistorias constantes nas edificações e agora promovemos a palestra com orientações sobre o combate aos criadouros do mosquito transmissor e com explicações sobre quais são os sintomas das doenças”, ressalta Cícero Caldas Neto, diretor da Secretaria Administrativa.

O evento contou com a participação de magistrados, servidores, estagiários e terceirizados, tendo em vista a relevância do tema, o interesse público e abrangência geral. A palestra foi ainda transmitida através de videoconferência para todas as Subseções Judiciárias. “Cada cidadão tem papel fundamental como fiscal e agente de divulgação”, declara o diretor.

O palestrante elogiou a iniciativa da Justiça Federal. “Aproveitamos pra enfatizar a todos que a freqüência de fiscalização deve ser diária, pois qualquer ambiente pode ser propício para o mosquito”, enfatiza o técnico da vigilância.

Prevenção

A melhor maneira de se evitar a Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, transmitidos pelo Aedes Aegypti, é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios à criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros recipientes.

Secom/JFPB


 Imprimir