Justiça Federal na Paraíba concede naturalização a dois estrangeiros

04/10/2017 às 13:08

Boliviano e Argentino moram no estado há vários anos e receberam os títulos nessa terça-feira (3)         

A Justiça Federal na Paraíba concedeu, na tarde dessa terça-feira (3), títulos de nacionalidade brasileira, por naturalização, a dois estrangeiros: o argentino Carlos Guillermo Gutierrez e o boliviano Samuel Jorge Goda Asebey. As audiências foram presididas pelo magistrado João Pereira de Andrade Filho, da 1ª Vara Federal.

Segundo Carlos Guillermo, conseguir a certificação foi uma forma de oficializar o que já era sentido por ele. “Eu me considerava brasileiro, porque moro aqui há 12 anos, e minha vida hoje é praticamente toda aqui, mas faltava um documento que comprovasse isso”, declarou o argentino naturalizado, que trabalha em Cabedelo como cirurgião-dentista. 

Já o boliviano Samuel Goda disse que já morou no Peru e na Alemanha, mas foi no Brasil que se sentiu mais identificado. “Minha maior motivação para solicitar a naturalização foi a tentativa de proporcionar ao meu lar uma identidade cultural, já que sou casado há nove anos com uma brasileira”, revelou o engenheiro eletrônico.

Os dois estrangeiros leram trechos da Constituição Federal de 1988, em especial o art. 12, que dispõe sobre a nacionalidade, demonstrando que dominam a língua oficial do Brasil – um dos requisitos exigidos no processo. Ambos também prestaram juramento de bem cumprir os deveres dos cidadãos brasileiros. Os naturalizados entregaram seus documentos de identificação estrangeiros ao magistrado e receberam os Certificados de Naturalização.

Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br


 Imprimir