JFPB recebe mais de 17 mil processos eletrônicos no último semestre

30/10/2017 às 08:10

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) registrou no último semestre o ingresso de 7.157 processos em meio eletrônico nas Varas Comuns, sendo 3.219 arquivados. Já nos Juizados Especiais Federais entraram no mesmo período 9.943 ações, totalizando 17.100 distribuições.

Os dados fazem parte do levantamento relativo ao último semestre feito pelo Núcleo Judiciário da JFPB, que registrou ainda a entrada de 163 processos físicos no período. Também foram expedidos 5.503 mandados, sendo 2249 referentes a autos físicos e 3254 a processos eletrônicos.

 “Os números demonstram a tendência de eliminação gradual dos processos físicos, que estão sendo substituídos pelos meios virtuais, representando um ganho para toda a sociedade”, disse o diretor do Núcleo, Ricardo Correia.

Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido do Conselho da Justiça Federal (CJF), mostrou que os juízes decidem mais rápido nas ações digitalizadas do que em processos físicos. Os dados demonstram que menos de 25% dos autos digitais analisados tramitaram por mais de 50 meses sem andamento de término, enquanto que mais de 60% dos físicos superaram o mesmo prazo.

Conciliação

No mesmo período do levantamento da JFPB, o Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (Cejusc), integrante do Núcleo Judiciário, registrou 1.283 audiências de conciliação, das quais 873 com acordo. “Isso mostra que em 67% dos casos há entendimento entre as partes sem precisar de judicialização, um percentual extremamente satisfatório, proporcionando a redução no tempo do processo e a rápida solução dos conflitos, além de estimular a cultura da conciliação”, complementou o diretor. 

Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br

 


 Imprimir