Reportagem do "Correio da Paraíba" destaca produtividade da JFPB

23/11/2018 às 18:53

Matéria abordou o levantamento, realizado pelo CNJ, que foi tema do Anuário da Justiça Federal 2019. Confira a reportagem completa:

"Justiça Federal na Paraíba obtém destaque em produtividade no país

Os dados, compilados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), são tema de reportagem de abertura do Anuário da Justiça Federal 2019.

            A Justiça Federal na Paraíba foi mencionada na reportagem de abertura do Anuário da Justiça Federal 2019, lançado na última quarta-feira (21/11), na sede do Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, como uma das Seções Judiciárias mais produtivas do país, com base em levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A publicação é realizada pela editora Consultor Jurídico e traz também um panorama da atuação de cada Tribunal Regional Federal (TRF).

De acordo com o Anuário, a Seccional paraibana e as demais seções judiciárias em âmbito da 5ª Região são exemplos a serem seguidos pelas das outras quatro regiões da Justiça Federal, por terem obtido as melhores notas no Índice de Produtividade Comparado (IPC-Jus) no Justiça em Números, referente ao exercício de 2017, com uma média de 91%. O cálculo é feito a partir de parâmetros do fluxo de entrada e saída dos tribunais e verifica a capacidade produtiva de acordo com demanda e recursos existentes.

O resultado vem a consolidar o empenho dos magistrados e servidores da 5ª região no sentido de ofertar uma prestação jurisdicional célere e efetiva. “A Justiça Federal na Paraíba, em especial, tem desempenho bastante superior à melhor seção judiciária dos demais tribunais (Rio Grande do Sul, do TRF-4, com 64%), o que bastante nos orgulha”, ressaltou o diretor do Foro da JFPB, juiz federal Bruno Teixeira de Paiva.

Ainda na reportagem, os resultados positivos ocorreram mesmo com diversos cortes orçamentários, como revisões contratuais, corte de estagiários, limitação de impressão de papel e uso de ar-condicionado, a conversão de cargos vagos para áreas mais necessitadas etc.

O Anuário destacou ainda que a Justiça Federal intensificou investimentos no processo eletrônico, no intuito de compensar a redução da equipe e de conseguir lidar com a demanda crescente de novos casos. “Os resultados referentes ao ano de 2017, mantendo o que tem se verificado nos últimos anos, é resultado do esforço e dedicação de cada servidor e magistrado da 5a Região, num compromisso permanente com a melhoria da prestação jurisdicional. A Justiça Federal da Paraiba, assim como as outras cinco Seções Judiciárias da nossa região e o próprio Tribunal, estão de parabéns”, afirmou o paraibano Rogério Fialho, que presidiu o Tribunal Regional Federal da 5ª Região até o início do ano passado.

           

            Anuário da Justiça Federal 2019

 

            A publicação é um retrato do trabalho de cada um dos cinco Tribunais Regionais Federais do país. Em sua sétima edição, traz os perfis de todos os 138 desembargadores federais e das 45 turmas de julgamento em que atuam. A edição 2019 destacou as dificuldades dos TRFs em um cenário de receitas curtas: investe o que pode no processo eletrônico para compensar a perda de servidores e conseguir lidar com a demanda que, apesar de ter diminuído em 2017, chegou a quase 3,5 milhões de casos novos."

Autor: Correio da Paraíba

 


 Imprimir