Três servidores são homenageados pela Justiça Federal na Paraíba nesta segunda-feira (28)

28/10/2019 às 18:43

Órgão fez a entrega da Medalha de Honra "Ministro Oswaldo Trigueiro de Albuquerque Mello" e, logo depois, realizou confraternização com todos os presentes

Três servidores da Justiça Federal na Paraíba (JFPB) foram homenageados nesta segunda-feira (28), Dia do Servidor Público. Cícero Caldas Neto, Rita de Cássia Monteiro Ferreira e Ubaldina Fernandes Nunes foram agraciados com a entrega da Medalha de Honra "Ministro Oswaldo Trigueiro de Albuquerque Mello", concedida àqueles que se destacaram em diversos campos ou atividades profissionais e ramos do saber. Depois da homenagem, o público presente foi recepcionado com um café da manhã, momento de confraternização referente à data festiva.

De acordo com o diretor do Foro, juiz federal Bruno Teixeira de Paiva, a homenagem leva à reflexão sobre a importância do papel do servidor para o Poder Público. “É o momento de reconhecer o valor daqueles que trabalham em prol de um bem maior, que muitas vezes contraria interesses privados em favor da sociedade”, declarou o magistrado, que na ocasião estava ao lado das juízas federais Maria Cristina Garcez e Adriana Carneiro da Cunha.

         “Conseguimos prestar um bom serviço porque há comprometimento de todos. Vejo que, na Justiça Federal, todos vestem a camisa do trabalho e se dedicam a dar o melhor de si no cumprimento do serviço”, disse o homenageado Cícero Caldas Neto, destacando que, naquele momento, dividiria a homenagem com os demais colegas servidores.

         Rita de Cássia Monteiro Ferreira ressaltou o cultivo das boas amizades durante os cerca de 40 anos de serviços prestados à JFPB. “Nesse período longo, a Justiça Federal me trouxe diversas alegrias, entre elas as amizades. Eu só consegui estar aqui até hoje, primeiramente, pelo amor e pelos amigos que conquistei”, falou.

 

Já Ubaldina Fernandes Nunes revelou que, diferentemente dos outros homenageados, o momento para ela marcava uma despedida. A servidora aposentou-se na última semana. “As despedidas nos permitem uma viagem em flashbacks, retornando-nos imagens e sensações mostradas como fora em retrovisor. De longe, nós vimos pessoas que amamos, amizades que conquistamos, experiências vividas e o ambiente de trabalho que consolidou como o segundo ou mesmo o primeiro lar.  Nesses 21 anos de Justiça, a cada manhã eu tentei acertar e o sentimento que tenho neste momento é mesmo o de gratidão por tudo”, disse emocionada.

Ao fim, a confraternização dos servidores foi realizada no Espaço Arte e Cultura do edifício-sede da JFPB.  

         Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br

 


 Imprimir