Comissão de Gestão Documental realiza último descarte de processos do ano

19/12/2012 às 09:26

            Mais de 3.630 processos, em sua maioria execuções fiscais e agravos de instrumento com prazos de temporalidade cumpridos, foram descartados pela Comissão de Gestão Documental da Justiça Federal na Paraíba. Os documentos integraram os Editais de Eliminação 1, 2 e 3, de 2012.

            Segundo a servidora Ubaldina Fernandes Nunes, diretora do Núcleo Judiciário e presidente da CGD, e conforme as regras que regem as atividades da Gestão Documental, os trabalhos constaram de análise individualizada de cada processo, extração de peças de guarda permanente, movimentação no sistema Tebas, limpeza, retirada de metais e acondicionamento em envelopes e caixas.

Esse é o 13º descarte realizado pela CGD. Com essa eliminação de processos findos serão resgatados 220 metros lineares de espaço útil. O material pesou 1.520 kg e foi doado à Associação Acordo Verde, cooperativa de recicladores de materiais que mantém convênio com a JFPB e já recebeu, até esta data,  9.450kg de papel provenientes dos trabalhos da CGD.

Segundo Ubaldina Fernandes, o material eliminado constou de 3 editais com os seguintes quantitativos de processos: Edital 01 – 1.133 processos de classes diversas, em sua maioria execuções fiscais; Edital 02 – 1.103 processos de classes diversas, em sua maioria execuções fiscais, e Edital 03 – 1.398 agravos de instrumento.

“Outros trabalhos realizados pela CGD, como a análise dos processos de guarda permanente e amostral, e elaboração de relatório com processos de interesse histórico, serão oportunamente divulgados, quando concluídas as atividades do grupo de trabalho”, enfatizou a presidente da Comissão de Gestão Documental da JFPB.

 

            Ascom/JFPB


 Imprimir