Justiça Federal na Paraíba adere ao movimento Novembro Azul

04/11/2014 às 16:05

            Pelo terceiro ano consecutivo, a Justiça Federal na Paraíba aderiu ao movimento mundial contra o câncer de próstata, denominado Novembro Azul. Durante todo este mês, a fachada da sede da Seção Judiciária paraibana, no Brisamar, permanecerá iluminada com a cor azul, destacando sua participação na campanha.
 
            O movimento Novembro Azul tem por finalidade alertar os homens sobre a importância do exame para detectar o câncer de próstata.  A campanha teve início nos Estados Unidos, onde leva o nome de Movember – junção das palavras moustache (bigode, em inglês) e november (novembro) e faz referência, também, ao Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, 17 de novembro.

            No Brasil, este tipo de câncer é o segundo mais comum entre os homens, somente atrás do câncer de pele não-melanoma. Em números absolutos, corresponde ao sexto tipo mais comum mundialmente e o que mais prevalece no sexo masculino, representando aproximadamente 10% do total de cânceres (dados do Instituto Nacional do Câncer - Inca).

            O exame preventivo é de fundamental importância, uma vez que na maioria dos casos a doença não manifesta sintomas imediatos. Quando os sintomas são percebidos, é provável que o câncer já esteja em um estágio mais avançado. Assim, qualquer dificuldade para urinar e/ou necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite deve ser relatada ao urologista e ter sua causa diagnosticada.

            Especialistas recomendam que o primeiro exame de próstata seja feito aos quarenta e cincos anos. Havendo histórico familiar da doença, é aconselhável que o médico seja procurado a partir dos quarenta anos de idade.


Secom/JFPB


 Imprimir